sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Shihtzu - Como fazer um parto em casa?

Oiee, voltando para deixar mais dicas de como cuidar de uma shihtzu gravidinha até a hora do parto. Hoje eu venho para completar esse ciclo. No dia 03 de setembro, com 59 dias de gestação, a Kisha deu à luz 4 filhotes. Eu que esperava só 3 bebês fiquei super feliz. Bem vamos lá. No dia 02 umas 20:00h eu percebi que ela estava inquieta e só queria ficar no quarto, sendo que normalmente ela fica deitada sob meus pés aonde quer que eu esteja. Estávamos comendo lasanha e eu coloquei um pouco de carne com arroz e ofereci a ela e ela recusou, mais um sinal, quando a hora do parto se aproxima a fêmea se recusa a comer. Depois percebi que ela buscava esconderijos, em lugares que ela não costumava ficar e puxava panos, bolsas, roupas para formar um ninho. Então, comecei a prepara o lugar que ela escolheu, coloquei jornais e deixei dois paninhos à disposição dela, além de pegar uma tesoura bem afiada e um vidro de álcool.
A Kisha é muito manhosa e quando começou a sentir as dores começou a chorar e tivemos que ficar sentados ao lado dela o tempo todo, fazendo carinho na cabeça e conversando com ela.
As contrações aumentaram já pela madrugada e então às 02:30h nasceu o primeiro filhotinho. Deixei ela iniciar os procedimentos, mas ela não ligou muito pro filhote e como percebi que ele estava muito paradinho, tive que estourar a bolsa e cortar o cordão com a tesourinha que já estava esterilizada com o álcool. Ainda precisei estimular o bebê para que ele respirasse. Logo em seguida o coloquei junto à mamãe e ele já foi procurar a tetinha para mamar. A amamentação durante o parto estimula as contrações e assim os demais filhotes nascem mais rápido. Mas quando começa um novo trabalho de parto é necessário tirar o filhote para que a cadela não o machuque. Eu li em algum blog ai, que era necessário amarrar o cordão umbilical com fio dental, mas eu nunca vi uma cadela parir e amarrar o umbigo do filhote, pois sabemos que pela natureza animal eles fazem tudo sozinhos e os bebês sobrevivem numa boa. Então, por esse motivo, eu não confio em tudo que os veterinários dizem.
Às 03:30h nasceu o segundo filhote, os dois primeiros machinhos. Depois veio a primeira menina, a fêmea nasceu às 04:10h e nessa hora já estávamos exaustos, imagine a Kisha. Depois do terceiro retiramos os filhhotes e eu dei um cochilo, pensávamos que tinha acabado ali, mas por volta de 05:40h eu percebi que ela ainda tinha contração e coloquei os filhotes para mamar estimulando caso houvesse mais filhotes. E pra finalizar às 6:00h nasceu a fêmea de número quatro. Uuuuuufffffffff, que sufoco Jesus. Outra coisa que eu li sobre partos, que não pode demorar mais de uma hora entre os nascimentos e que nesse caso um veterinário precisa ser chamado para fazer uma cirurgia de emergência. Eu não chamei nenhum veterinário, vi que ela estava cansada, mas que tudo ia bem e então esperamos e estimulamos com a amamentação e no final deu tudo certo.





Outra dica importante é ficar de olho se saem todas as placentas, pois se alguma ficar dentro da cachorra pode ocorrer uma infecção e é bem perigoso. Em caso de dúvidas tem um remédio chamado de Placentina e uma injeção anti-inflamatória que os veterinários aplicam. 
Ahhh, a cadela fica horrível, toda suja de sangue, a cara inteira melecada porque elas costumam comer as placentas. Eca, é nojento mesmo, mas me disseram que isso ajuda na imunidade do animal após o parto. Mas a Kisha não comeu todas não. E assim que eu via que ela recusava eu já ia limpando tudo, trocando os jornais e deixando tudo com o aspecto mais agradável. No final eu lavei a Kisha com água morna, a enxuguei com uma toalha limpa e troquei os paninhos dela e dos filhotes. 

Lembrando que eu não sou veterinária e apenas estou aqui falando sobre a minha experiência, sabendo que isso pode ajudar alguém que queira fazer o parto de um animalzinho em casa. Mas no caso de dúvidas e falta total de experiência, procure um especialista.

Bjokitas *Ü*

Um comentário:

Tamiris Borges disse...

Olá! Seu post ajudou sim! Eu não comentei em nenhum site de veterinária que li e no seu senti mais confiança por ser bem mais real de imaginar! O tinha dúvidas sobre aquele ritual todo de cortar o cordão amarrando o fio e tb com relação à demora das contrações pq não quero chegar a ter que pagar uma cesariana! Eu estou mtuito perdida pois a minha shitzu mel está hoje com 47 dias da primeira gestação e eu descobri que são em média 60 dias apenas agora,rs! Terei que fazer o parto dela sozinha pois ninguém quis me ajudar por medo e nojo...eu tb tenho mas a gnt vai vencendo as dificuldades apenas se não corrermos dela né! O que mais souber sobre os detalhes do parto me fale por favor! Agradeço mais uma vez!

Lista de Blogs:

Meu maior tesouro: Família!

Minha shihtzu:

PitaPata - Personal picturePitaPata Dog tickers

Recadinhos:

Tecnologia do Blogger.